Região de interesse

Blog

12/08/2020

Planejamento financeiro: comece hoje para que o amanhã chegue mais rápido

banner_bog

Realizar o sonho da casa própria, a independência (saindo da casa dos pais) ou até mesmo dar adeus para o aluguel é o objetivo de muitos. Mas para que o sonho não se torne um pesadelo, é superimportante ter um planejamento financeiro, permitindo que você fuja das dívidas desnecessárias e de tantas dores de cabeça que possam surgir na compra de um imóvel. Parece impossível, mas, acredite, com readequação de hábitos simples do dia-a-dia. É POSSÍVEL!

E, para te ajudar nesse passo muito importante, separamos algumas dicas valiosas:

• SEMPRE INICIE COM UM PLANEJAMENTO
Todos concordam que a compra de um imóvel é um passo extremamente importante para qualquer pessoa, não é mesmo? E, como o investimento é bastante alto, merece toda a sua atenção e planejamento, dê esse passo com firmeza.
Para isso:
- Avalie o quanto você pode guardar por mês, sem passar muito aperto;
- Crie uma planilha (eletrônica, no bloco de notas do seu celular ou até mesmo em uma agenda) não importa onde. O importante é você sempre ter visível as suas receitas (o quanto entra de dinheiro para você no mês) e as suas despesas.
Isso determinará o seu investimento mensal, quanto você irá guardar para a compra do seu tão sonhado imóvel. Não esqueça! O foco e a determinação serão os seus maiores aliados.
Por isso, após descobrir o quanto poderá guardar, inclua esse valor na sua listinha de despesas, como uma conta, que você tem a obrigação de pagar todos os meses.


• ECONOMIZE NA FONTE

Já ouviu a expressão “o que os olhos não veem, o coração não sente”? Sim, meu amigo, minha amiga, já deixe programado na sua conta o quanto você quer enviar para a sua poupança. Isso facilita bastante o processo e você não cai na tentação de gastar.
Todos os bancos fazem esse tipo de programação. Caso você não entenda muito dos aplicativos dos bancos, converse diretamente com o seu gerente, ele irá te ajudar.

Além do mais, quando você já tiver uma boa entrada para comprar o seu imóvel, já estará acostumado a viver com menos de 30% da sua renda. Não vai se abalar economicamente com o fato de ter que pagar as parcelas do financiamento.

• FAÇA CORTES ESTRATÉGICOS

Sempre que o assunto é economia, pensamos: “nossa, vou ter que parar de sair.” Ou “ nunca mais vou viajar!”. Nada disso! É possível, sim, ter ótimos momentos de lazer e ainda assim economizar todo mês. Como? PLANEJANDO!
Avalie suas contas fixas e pense o que você poderia eliminar ou reduzir, como, por exemplo:

- Pacote da TV a cabo - É realmente necessário ter um com milhões de canais (que a maioria a gente realmente não vê) ou será que é possível trocar por uma Netflix, Amazon ou Globoplay ou qualquer um desses app de filmes e séries que são menos da metade do preço?
- Pedidos de fast food – É realmente necessário pedir todo final de semana? Uma comidinha caseira feita com amor é mais saudável e BEM mais em conta.
- Compras feitas por impulso – É.. Nesse ponto, é mais complicado, porque só descobrimos que a compra foi feita por impulso, depois que compramos. Nossa dica é: olhou alguma coisa na loja, site ou app que na hora pareceu que o produto iria mudar a sua vida, que você pensa que precisa muitoooooo? Respire, pare, pense e repense, em quão longe essa compra vai te deixar do seu objetivo? Você realmente precisa disso? Se a compra não foi programada, não estava em seu planejamento, não compre na hora que viu o produto, pense bem antes.


• CANCELE, QUEBRE, ELIMINE O CARTÃO DE CRÉDITO DA SUA VIDA

Ok! Exageramos um pouco. O cartão de crédito não é tão ruim assim. Ele pode ser até um aliado na sua organização financeira. Mas, para isso, somente use em CASOS DE EMERGÊNCIA, nunca, jamais pense que o cartão é um complemento do seu salário, pois não é.
A tentação pode ser grande, pois não vimos o dinheiro sair da conta, mas quando a fatura chega o estrago pode ser grande. Não esqueça que você precisa ter o nome limpo para conseguir financiar um imóvel. Então, se não conseguir se controlar com um cartão de crédito, não tenha um.


• CUIDE DE VOCÊ

Sim! Ter bons hábitos com você mesmo, como uma alimentação saudável e práticas diárias de exercícios físicos, ajudam e muito na economia com despesas médicas. Então, se cuide e tenha bons hábitos. Isso ajuda na vida e no bolso.

Lembre-se: não é nada prudente adquirir um imóvel sem ter condições financeiras para arcar com todos os custos envolvidos. A inadimplência pode fazer você passar por vários problemas extremamente desgastantes, como processos judiciais, cobranças, negativação e, em alguns casos, até a perda do bem.

Não se esqueça de que além do valor da entrada do imóvel e o valor das parcelas, esse é um negócio que envolve outros custos, como:

- taxas administrativas;
- contrato de financiamento;
- seguro residencial;
- honorários de despachante e,
em alguns casos, uma taxa de condomínio.

Como você viu, é preciso ter foco. Economizar exige algumas mudanças. Tenha sempre em mente que o fruto desse sacrifício é a realização do seu sonho.

Voltar
  • Rua Furriel Luiz Antônio Vargas, 154
  • Porto Alegre - RS
  • CEP 90470-130
  • Fone: 
  • 51. 3391.8504